Volta às salas de aula ocorrerá a partir de 1º de setembro e seguirá protocolos de biossegurança para garantir a segurança de alunos e profissionais

27/08/2021 às 10:14:00
Local: Aparecida do Taboado-MS

As aulas presenciais deverão ser retomadas no próximo dia 1º de setembro nas escolas municipais de Aparecida do Taboado e a Secretaria de Educação vem realizando treinamento com todos os profissionais do setor para a utilização de protocolos de biossegurança contra a Covid-19.
 
Neste primeiro momento, as aulas serão retomadas apenas no ensino fundamental, nas unidades: Escola Municipal Coronel João Alves Lara, Escola Municipal "João Chama", Escola Municipal João Luiz Pereira e Escola Municipal "Professor Jesus José de Souza".
 
O retorno ocorrerá de forma escalonada, em sistema de revezamento semanal, com apenas 50% das turmas. A medida reduz o número de crianças nas salas de aula, possibilitando o distanciamento de 1,5m entre as carteiras, além de facilitar o monitoramento durante as atividades e a rotina escolar.
 
Segundo a secretária de Educação, Lucimara Paulino, o treinamento, que é realizado por profissionais da área da Saúde e da Vigilância Sanitária, envolve diretores, coordenadores, professores, motoristas, auxiliares de serviços gerais e todos os profissionais do setor administrativo das escolas, “todos precisam estar sintonizados e bem orientados quanto às medidas que passaremos a adotar a partir de setembro para receber nossos estudantes com segurança”, pontuou ela.
 
Além do treinamento, todas as escolas municipais estão sendo sanitizadas e receberam kits de higiene e segurança, como toten de álcool gel e tapetes sanitizantes colocados na entrada das unidades, termômetros digitais, face shilds, luvas descartáveis e dispenser de álcool gel instalados nas salas de aula.
 
Os alunos deverão seguir todos os protocolos desde o transporte escolar até a entrada e saída, bem como durante o lanche e as atividades dentro da escola. No horário de alimentação, as turmas serão revezadas, sob orientação de monitores, e o manuseio dos alimentos exigirá atenção redobrada. Já nas aulas de Educação Física serão priorizados os circuitos e as atividades que dispensam o compartilhamento de objetos e o contato físico entre os estudantes. “Todas essas medidas são para que possamos garantir a segurança dos nossos alunos, pais e profissionais”, finalizou a secretária.
 
 

Fonte: Camila Helem – Diretoria de Comunicação